• Cláudia Faria

Como aplicar o Método Montessori desde o nascimento

Hoje, através de uma convidada muito especial, trago-vos um passo a passo, desde as primeiras semanas de vida, para quem está a iniciar as suas pesquisas acerca do Método Montessori e não sabe por onde começar, em termos de materiais.


É importante não esquecer que Montessori vai muito além de materiais e que os mesmos são apenas a ponta do iceberg do que será a educação segundo a pedagogia científica criada por Maria Montessori.


No entanto, os materiais têm sim a sua importância e sendo a internet um poço sem fundo, por vezes, torna-se difícil entender o que é essencial e como se devem usar corretamente os materiais.


Quando tropecei no instagram da Sara Santos, o Cantinho Montessori, deparei-me com um tesouro virtual. A Sara, para além de ter formação e trabalhar numa escola Montessori como educadora (guia), tem partilhado o ambiente preparado e os materiais que tem utilizado com o seu bebé em casa, desde as primeiras semanas. E, a síntese dela, é a melhor que já encontrei.


Explica tudo muito bem explicadinho e praticamente oferece-nos um guia prático de como aplicar Montessori desde as primeiras semanas do bebé, sem os excessos típicos do consumismo que acabam por nos confundir e por vezes quase desistir de seguir este caminho.


Por tudo o que referi, senti que seria importante partilhar o trabalho da Sara para que possam segui-la no instagram mas, também, para que esta informação saia do instagram para quem não tem nem quer ter uma conta naquele precipício virtual.


Enquanto a Sara não se decidir em colocar estas informações preciosas num blog ou noutra rede social, para que as mesmas cheguem a mais pessoas (é urgente que chegue!) irei partilhando por aqui, enquanto ela o permitir.


Comecemos, então, pela breve apresentação que a Sara faz na sua página, para depois irmos ao passo a passo.


Com a maternidade surge a vontade de criar em casa um espaço especial que respeite todas as potencialidades de um bebé. Trabalho como educadora de infância numa escola Montessori onde sigo um doce grupo de "toddlers"(...) Através do perfil no instagram, desejo partilhar com outros entusiastas por Montessori, o cantinho Montessori cá de casa que está em constante transformação.



1. Móbile Munari (entre 3-6 semanas)


Coloca-se na área de movimento do bebé, composta por um tapete ou colchão, e pendura-se a uns 35cm do bebé ao nível do seu peito. Este móbile consiste em diferentes figuras geométricas a preto e branco acompanhadas por uma esfera transparente. O contraste das cores e o reflexo da luz na esfera estimula o interesse do bebé.





2. Móbile de octaedros (entre 5 - 8 semanas)


O móbile de octaedros pode ser introduzido ao bebé a partir das 5 semanas de vida (até às 8) e é constituído por três octaedros de cores brilhantes - azul, amarelo e vermelho, embora tenha utilizado cartolinas normais. Tal como o primeiro móbile, pendura-se num espaço em que o movimento do bebé seja livre (num tapete ou colchão, etc.), a uns 35-40cm de altura em relação ao peito do bebé.



3. Contraste Preto e Branco

À nascença o bebé vê apenas a preto e branco e formas desfocadas devido à imaturidade das estruturas da retina e do nervo óptico.

Como os recém nascidos mostram preferência por estímulos visuais contrastantes, podemos começar por apresentar livros/imagens a preto e branco.

Com o tempo e com diferentes experiências, o bebé vai desenvolvendo a sua visão, tornando-se cada vez mais capaz de detetar pormenores, cores e diferenças.



4. Móbile Gobbi (entre 8-10 semanas)



Este móbile é composto por uma série de cinco esferas de uma só cor que vai do tom mais escuro ao tom mais claro, em linha horizontal e em diferentes alturas.

Entre o segundo e o quarto mês de vida, o bebé distingue cada vez melhor as diferentes cores e suas nuances. Este móbile permitirá ao bebé absorver novos conceitos, como as variações subtis da cor em degradê e a profundidade do campo criado pelo posicionamento das bolas cada vez mais alto.


5. Móbile Dançarinos

O móbile dançarinos pode ser apresentado entre as 10-12 semanas de vida do bebé. É composto por 4 formas - os dançarinos - representadas em papel leve e brilhante (idealmente papel holográfico) para refletir a luz e criar nuances entre o lado opaco e o lado brilhante. Cada dançarino é composto por três partes que se movem de forma independente em resposta ao movimento do ar criado pelos movimentos voluntários do corpo do bebé. Para ele, será um exercício para controlar o movimento dos seus braços, desenvolver a visão e a atenção.


6. Móbiles Temáticos


Com três meses de idade o bebé consegue ver melhor as cores e os detalhes daquilo que lhe rodeia. Nesta etapa podemos apresentar vários mobiles temáticos, como por exemplo: mobiles "natureza" ou mobiles de cores.

Exemplos de Materiais: figuras geométricas, animais, flores, estrelas, figuras iguais de diferentes cores;

Propósito: desenvolver a visão e incentivar o movimento dos membros.





Termino a síntese por aqui mas, a Sara tem muito mais coisinhas interessantes partilhadas na sua página do Instagram.


Podem aguardar por um próximo post (que não sei quando acontecerá) ou podem ajudar-me a convencê-la a continuar este trabalho belíssimo que está a fazer e que tanto precisamos!


Ora, portanto, quem tem instagram toca de seguir o cantinho Montessori:

https://www.instagram.com/_cantinhomontessori_/


Quem não tiver conta no instagram pode sempre deixar um comentário e ajudar-me a convencê-la a criar um blog ou uma página no facebook para que a informação seja divulgada mais rapidamente e a um maior número de pessoas.


Como é? Vamos pressionar a Sara a criar um blog??



258 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo